Estética do Oprimido como práxis pedagógica
Um estudo com professores de artes do DF em tempos pandêmicos

O Teatro do Oprimido (T.O) é um método teatral sistematizado por Augusto Boal que se propõe a transformação social a partir do fazer teatral de oprimidos, sobre os oprimidos para os oprimidos. 

O Teatro do Oprimido 
A Estética do Oprimido

A Estética do Oprimido é a filosofia do T.O que entende que as opressões se dão através dos canais estéticos (som, imagem, palavra), e por isso é preciso que os oprimidos se apropriem da estética.

Árvore TÔ.png

O Teatro do Oprimido é representado por uma árvore. 
 

Sobre a pesquisa

Esta pesquisa propõe uma reflexão sobre a Estética do Oprimido de Augusto Boal (2009) como uma práxis pedagógica, em diálogo com a perspectiva da Educação Libertadora de Paulo Feire (2003).

Foi feito um estudo com professores de artes do DF durante a pandemia de COVID-19 através de questionários, entrevistas e uma oficina formativa.

Durante a pesquisa foram feitas adaptações de jogos do arsenal do T.O e outras perspectivas libertadoras que podem ser encontradas aqui no site!

A pesquisa pode ser lida aqui.

​"ei Cê tá aí?"

veja o curta-metragem produzido na pesquisa sobre os professores na pandemia